terça-feira, 26 de junho de 2007

Tomate originário da América, deveria estar catalogado entre as frutas. Os espanhóis trouxeram-no para a Europa com o nome de “maçã peruana” e “maçã do amor”. A sua polpa vermelha, suculenta e sensual provocou escândalo; confiava-se tanto no seu poder estimulante que se pagavam fortunas por um tomate. As mulheres virtuosas rejeitavam-no, mas não as outras, que podiam acusar o irressístivel tomate pelos seus pesadelos.

Isabel Allende


Afrodite (pág. 198, 199 e 200)


Esta foi a forma que encontrei para introduzir o devido agradecimento aos Blogers que passam assíduamente por aqui e que resolveram distinguir-me com o prémio " Blog com tomates ". Gostei da subversão e venho retribuir :


Diário de um Sociólogo (blog C.Serra)


Casario do Ginjal (blog Luís M)


moonlover


Para além dos que me nomearam proponho a atribuição dos ditos também a :


O Mundo perfeito (blog Isabela)


murcon (Blog Júlio M Vaz)


Há sempre um livro ... (cláudia Sousa Dias )


e ainda ... um tomate, especialmente suculento, para :


Letras de Babel (blogArteLetras)


Obrigada a todos !


Alinham num gaspacho transcultural ?

Seguidores

Povo que canta não pode morrer...

Beirute.Nantes

Loading...

Arquivo do blogue

Pesquisar neste blogue

Acerca de mim

A minha foto

"A coisa mais fina do mundo é o sentimento. " (Ensinamento) Adélia Prado