domingo, 17 de junho de 2007

Não voltaremos a

Fotografia jf @ AQUI
________________

não voltaremos a pressentir o mar,
nem sequer lembraremos o turvo sal das bocas
sobre o rosto gémeo da máscara que nos esconde
_____

louco pássaro cinza sulcando o ar rarefeito
e a escuma luminosa dos meteoros que cegam
os frementes alicerces da cidade insone

______
não nos reflectimos mais nos gestos desgastos
nem na demência da língua donde irrompe a alba
e nómadas continuaremos para lá do sangue
flutuantes no escuro sonho
os corpos incendiados um no outro
consomem-se formando insuspeitas constelações
vagarosamente
através dos séculos regressaremos
intactos ao nada inicial

Al Berto

in " A noite progride puxada à Sirga " : três poemas esquecidos, 1985

Seguidores

Povo que canta não pode morrer...

Beirute.Nantes

Loading...

Arquivo do blogue

Pesquisar neste blogue

Acerca de mim

A minha foto

"A coisa mais fina do mundo é o sentimento. " (Ensinamento) Adélia Prado