quarta-feira, 27 de junho de 2007

Morrestes homens e mulheres! Ressuscitastes andróginos, nautas-ninfas, deusas-deuses!


From: pauloaeborges@clix.pt>


A Fundação CulturSintra e a Ésquilo – Edições e Multimédia têm o prazer de convidar V. Ex.ª para assistir ao lançamento do livro «FOLIA – MISTÉRIO DE UMA NOITE DE PENTECOSTES» da autoria de PAULO BORGES, que terá lugar na> Quinta da Regaleira, sita na rua Barbosa du Bocage, 7, em Sintra, quarta-feira, 4 de Julho, pelas 21h00.

A apresentação estará a cargo do escritor Miguel Real e do músico Pedro> Aires Magalhães. Pelas 22h00 os presentes serão convidados a assistir à ante-estreia da peça> FOLIA pelo «Teatro TapaFuros» com encenação de Rui Mário.

A peça estará em cena nos jardins da Quinta da Regaleira de 5 de Julho a 8 de Setembro, quintas, sextas e sábados às 22h e domingos às 20h.

Dando continuação ao romance "Línguas de fogo"
publicado pela Ésquilo,
Paulo Borges convoca os portugueses para um «Teatro Vivo e Iniciático» em> que todos são protagonistas. Rompe com o intelectualismo da nossa época e propõe-nos a vivência de uma grande teofania que se tornou património da cultura portuguesa e que está subjacente no Culto do Espírito Santo e na ideia do Quinto Império. Efectivamente, esta Folia de Paulo Borges abre um novo ciclo na dramaturgia portuguesa.
«SOFIA: Uni sempre a sabedoria e a compaixão! A visão das coisas tal qual, sem os véus do pensamento, do medo e do desejo, e a amorosa e compassiva sensibilidade que toda a dor assuma e transmute! O feminino e o masculino! O vermelho e o branco! Isso simbolizam as cores com que fostes ungidos! As cores do Santo Espírito, que une e transcende todos os contrários! Morrestes homens e mulheres! Ressuscitastes andróginos, nautas-ninfas, deusas-deuses! "
Bem vindos à Ilha dos Amores e ao Mistério da Câmara Nupcial! Ao Quinto> Império, primeiro e último! Ao Eterno! (…)

"D. SEBASTIÃO: A visão deste Império arrebatou os nossos grandes visionários e profetas: Luís de Camões, Padre António Vieira, Fernando Pessoa, Agostinho da Silva.
Eles o apontaram como o sentido de Portugal e do mundo lusófono, a mátria da> Divina Loucura, alternativa à razão demente que governa e devasta o mundo!»


Paulo Borges > R. Carlos Ribeiro, 30 - 4ºandar> 1170-077 Lisboa> 218153306> pauloaeborges@clix.pt / guesar@gmail.com> www.pauloborges.net

Seguidores

Povo que canta não pode morrer...

Beirute.Nantes

Loading...

Arquivo do blogue

Pesquisar neste blogue

Acerca de mim

A minha foto

"A coisa mais fina do mundo é o sentimento. " (Ensinamento) Adélia Prado