sábado, 23 de junho de 2007

O BELO, O BEM E O VERDADEIRO ...








"A obra de Fernando Gil, de Aproximação antropológica (1962) a A quatro mãos (2006), exibe uma riqueza e uma complexidade que convivem com uma poderosa coerência interna. O estudo detalhado das suas articulações encontra-se ainda largamente por fazer. É o que se pretende levar a cabo neste colóquio.

Ter em conta tais articulações implica prestar atenção à maneira como Fernando Gil extraiu, de várias disciplinas, elementos que lhe permitiram sustentar as suas hipóteses filosóficas (como, por exemplo, a ideia da natureza alucinatória da evidência). Por isso mesmo, procurar-se-á interpretar convenientemente o detalhe desses alicerces e, simultaneamente, e de modo não menos significativo, sugerir as possibilidades de aplicação das hipóteses propriamente filosóficas de Fernando Gil nessas particulares disciplinas. Disciplinas que incluem a epistemologia, a teoria política, a ética, a estética, a filosofia da mente ou a metafísica. A abordagem destas questões será objecto de três secções: o Belo, o Bem e o Verdadeiro."


COLÓQUIO SOBRE FERNANDO GIL
Convento da Arrábida
26,27, 28 junho



Seguidores

Povo que canta não pode morrer...

Beirute.Nantes

Loading...

Arquivo do blogue

Pesquisar neste blogue

Acerca de mim

A minha foto

"A coisa mais fina do mundo é o sentimento. " (Ensinamento) Adélia Prado