terça-feira, 25 de março de 2008

Luxo

________________________________________________________
_______________________________________________________


Profusamente decorado; belíssimos azulejos, tectos em estuque densamente trabalhados, o chão de madeira a ranger à nossa passagem, um pé direito de perder de vista, pátios interiores a ecoar estórias antigas, uma luz meiga a entrar pelas vidraças e ... uma pesada chave de ferro na mão a rondar as portas que se abrem , ruidosas, para um magnífico quarto de época.

Não tem hidromassagem, nem video vigilãncia, nem ...
mas é um luxo !

Situado na margem esquerda do Guadiana, na cidade de Moura, este fabuloso edifício, antigo convento da Ordem Militar de São João de Deus, do século XVII, convertido em hotel em 1900, é um verdadeiro luxo. Situado na Praça Gago Coutinho nº1, em pleno centro histórico de Moura, o hotel de Moura arrebata os sentidos.

_______________________
Este belo refúgio, perdido no Alentejo profundo (com acesso à internet), dispõe de três dezenas de quartos, um bar (onde se bebe um Porto maravilhoso) e uma sala com lareira, ideal para ler, namorar e fazer deslizar o serão nas peças gastas dos tabuleiros de xadrez, que por ali se oferecem, amigáveis aos nossos dedos. Ambiente único, requintada simplicidade, luxuosa lentidão.


___________________
Nesta Páscoa chuvosa esteve sempre esgotado com turistas espanhois que vieram de longe para disfrutar deste luxo. Portugueses apenas meia dúzia. O recepcionista disse que é sempre assim, que os portugueses vão sempre para os mesmos sítios ...

Também disse que o belíssimo edifício do mercado, visita a que sempre me obrigo, está morto, oco por dentro, porque " à volta de Moura nem uma alface se planta, vem tudo de Espanha e vai para os hipermercados ". E a nossa identidade está a perder-se ... acrescentou desalentado.

E é verdade ... o mercado é um desalento. Lá dentro o silêncio e as bancas vazias, espelham o abandono. Animais de hábitos, os homens juntam-se ali, á porta, a queimar tempo e a ver passar os espanhois ... as mulheres sempre se vão entretendo. Os jovens ? Não sei ...


(A igreja, austera e em recuperação, estava vazia, o museu municipal fechado, as caixas multibanco sem dinheiro e ... no coreto, em vez da banda, os altifalantes da Rádio Planície )



Seguidores

Povo que canta não pode morrer...

Beirute.Nantes

Loading...

Arquivo do blogue

Pesquisar neste blogue

Acerca de mim

A minha foto

"A coisa mais fina do mundo é o sentimento. " (Ensinamento) Adélia Prado