terça-feira, 5 de maio de 2009

Intimidades,


[‘25 Artistas Portugueses de Hoje’, Curador José Ernesto de Sousa], São Paulo, 1985

______________________________________
(...) poderia começar a situar-me relativamente e em parte aos “artistas portugueses” presentes nesta exposição de São Paulo. Eu sou um deles, mas a minha perspectiva é outra. E vou clara mente confessá-la: o meu secreto desejo (convicção, fé…) é que o produto deles, a sua obra ou processo, me sejam tão íntimos, que eu me transforme no respectivo autor.
0 Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, programou para o dia 1° de Outubro ás 19 horas, no seu auditório, um encontro entre o artista e crítico Ernesto de Souza e os artistas, criticos e o público em geral, sobre os temas: A Cena Alternativa da Arte Portuguesa de Hoje; Experiências Coletivas e Autogestão, Unidade e Diversidade da Vanguarda.


Tópicos para a “A CENA ALTERNATIVA DA ARTE PORTUGUESA”


1- Importação cultural

(”Um conhecimento em 2a mão pode ser uma experiência em 1ª mão”)
Da originalidade e da imitação: avançar é andar para trás.

2- 0 Zero de todas as alternativas começa por uma luta pela memória e pela tomada de consciência. Mas nenhuma perspectiva é possível sem uma aposta prospectiva

3- Tudo tem que ser feito na Alegria (”A alegria é a coisa mais séria da vida” Almada Negreiros): incêndios e catástrofe fazem parte da alegria. A desta da comunicação.
(Festa-espetáculo, a”volta”à pintura é um logro etc…
Regionalismo-cosmopolitismo )

4- Desde os anos 60, origem de uma certa ruptura. Poetas experimentais, música e primeiros happening. A cooperação entre os artistas, autonomia e auto-gestão, e relações com o poder.

5- Alguns artistas portugueses dos seniors aos mais jovens,
descentralização e os”estrangeirados”.

6- Comunicar é homenagear. Homenagem aos ausentes.




ERNESTO DE SOUSA

O catálogo é introduzido pelo texto de E.S. Uma cena (moderna) portuguesa: "uma tentativa para o canibalismo de amor”.

Seguidores

Povo que canta não pode morrer...

Beirute.Nantes

Loading...

Arquivo do blogue

Pesquisar neste blogue

Acerca de mim

A minha foto

"A coisa mais fina do mundo é o sentimento. " (Ensinamento) Adélia Prado