sábado, 14 de fevereiro de 2009

PABLO HELGUERA: SUITE PANAMERICANA







Havia um tempo em que a arte se resumia à simplicidade de uma tela, uma escultura, uma partitura executada por uma orquestra. Este tempo não existe mais. Em seu lugar, surgiu uma selva de referências, uma colcha de retalhos intermináveis, cujas possibilidades se multiplicam em diferentes meios e linguagens. O novo trabalho do artista conceitual Pablo Helguera sintetiza perfeitamente esta nova ordem mundial. Durante meses, Helguera e alguns outros membros da The School of Panamerican Unrest (SPU) fizeram uma longa viagem de carro pelas Américas, partido de Anchorage, no Alaska e indo até Ushuaia, na Argentina, fazendo uma série de paradas ao longo do caminho. Em cada uma dessas paradas, por meio de performances, workshops, sessões de vídeos e debates, a SPU deu início a uma gigantesca troca de idéias, concentradas nas colagens integrantes da mostra “Suite Panamericana” (...) o ambicioso projeto de Helguera estende seus tentáculos por um site, um blog e um documentário.






Seguidores

Povo que canta não pode morrer...

Beirute.Nantes

Loading...

Arquivo do blogue

Pesquisar neste blogue

Acerca de mim

A minha foto

"A coisa mais fina do mundo é o sentimento. " (Ensinamento) Adélia Prado